NOTA DE REPÚDIO

O Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura (CMBA) ciente da importância do papel do médico acupunturiatra no diagnóstico, tratamento e prognóstico das doenças e disfunções orgânicas repudia as recentes calúnias e ofensas à classe e até pessoais veiculadas recentemente nas redes sociais, alegando que a acupuntura pode ser exercida por qualquer pessoa sem formação médica. O que é uma inverdade.

Tais ataques surgiram após recente entrevista do Presidente do CMBA, Dr. Fernando Genschow, à Rádio EBC sobre a importância da prática da acupuntura ser realizada por médicos especializados para preservar de riscos a vida dos pacientes. Na ocasião, o Dr. Genshow deixou claro que no Brasil o CMBA entrou com ações contra os Conselhos Federais de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Farmácia, Biomedicina, Enfermagem, Fonoaudiologia, Psicologia e Educação Física para a proteção dos pacientes e que todas elas, exceto contra a Educação Física, já transitaram em julgado, ou seja, não cabem mais recursos.

O CMBA reitera que todas as informações divulgadas pelo Dr. Genschow sobre o assunto são verdadeiras e que nenhuma intimidação ou ameaça fará com que o CMBA se cale na defesa dos pacientes e contra o exercício ilegal da medicina.

 

Últimas Notícias

(eBook) Acupuntura: Breve Histórico, Mecanismo de Ação e Aplicações
Lançamento do eBook: Acupuntura Para Dor
CMBA Apresenta Novo SITE: Confira o Vídeo

SEJA UM ASSOCIADO DO CMBA

Filie-se ao CMBA, fortaleça a Acupuntura Médica no País!