Fisioterapeutas estão impedidos de praticar o agulhamento seco

O Juiz Federal Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14a. Vara Cível do DF, por meio de sentença, em ação movida pelo Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura contra o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, decidiu ANULAR o Acórdão 481/2016 do COFFITO – que pretendia permitir ao fisioterapeuta a realização de “agulhamento seco” –  e todas as resoluções deste decorrentes, por considerá-lo ILEGAL.

Assim, a realização deste procedimento por fisioterapeutas se torna impedida judicialmente, uma vez que a Justiça Federal considerou que “não pode o COFFITO  estender a prática de ‘agulhamento a seco’ a seus profissionais”.

Leia abaixo o documento na íntegra.

[real3dflipbook id=”65″]

 

Últimas Notícias

(eBook) Acupuntura: Breve Histórico, Mecanismo de Ação e Aplicações
Lançamento do eBook: Acupuntura Para Dor
CMBA Apresenta Novo SITE: Confira o Vídeo

SEJA UM ASSOCIADO DO CMBA

Filie-se ao CMBA, fortaleça a Acupuntura Médica no País!

Anuidade CMBA - 2022 Disponível Com Desconto

Pagamento com desconto de 10% até o dia 31/03