Coronavírus – orientações gerais para profissionais da saúde

 

Diante das mais recentes orientações proferidas pela Organização Mundial da Saúde e pelos órgãos oficiais de saúde no Brasil, o CMBA entende que o momento é de atenção e de seguir as recomendações gerais, e cancelando na medida do possível os atendimentos eletivos.

Dessa forma, nossa sugestão é para que cada profissional avalie suas consultas eletivas e verifique a real necessidade desse paciente se locomover, os riscos aos quais ele se expõe indo até o consultório e também o quanto pode ser um agente propagador, visto que lá encontrará outras pessoas – sala de espera, funcionários da clínica, médico. Lembrando que uma das principais recomendações das autoridades é evitar a circulação e o contato entre as pessoas.

Outra sugestão é fazer um contato telefônico prévio, verificando o estado geral do paciente e localizando os casos em que sintomas ou situações suspeitas são observadas. Nessa ligação também será possível avaliar a urgência ou não da consulta.

Temos certeza de que cada um de nós é conhecedor de sua responsabilidade como profissional e como cidadão nesse momento. Não vamos alastrar o pânico, mas também não podemos agir de forma inconsequente.

Por fim, gostaria de compartilhar os cuidados básicos, caso precisem manter algum  atendimento:

– Lavar cuidadosamente as mãos antes e depois de tratar os pacientes;

– Higienizar as superfícies das salas de atendimento e de espera, como maçanetas, mesas, cadeiras, outros mobiliários e materiais de atendimento com álcool a 70%, a cada troca de paciente, readequando os horários e/ou duração dos atendimentos, de forma temporária, para cumprir a medida;

– Reforçar o uso de máscara, luvas e avental descartáveis no atendimento de pacientes com sintomas ou com suspeita de ser vetor de transmissão;

– Seguir rigorosamente todos os procedimentos universais de esterilização e desinfecção;

– Evitar os cumprimentos com beijos ou aperto de mão na consulta.

– Procurar manter todas as superfícies do consultório permanentemente limpas e desinfetadas devido ao fato que o vírus pode ser transportado pelos aerossóis e consegue sobreviver nessas superfícies por mais de nove dias.

Dr. Fernando Genshow,

Presidente do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura – CMBA

Últimas Notícias

(eBook) Acupuntura: Breve Histórico, Mecanismo de Ação e Aplicações
Lançamento do eBook: Acupuntura Para Dor
CMBA Apresenta Novo SITE: Confira o Vídeo

SEJA UM ASSOCIADO DO CMBA

Filie-se ao CMBA, fortaleça a Acupuntura Médica no País!