CMBA impede que não médicos façam acupuntura no SUS em GO

Em atuação conjunta entre a Federada CMA-GO e o CMBA, por meio de atuação jurídica bem estruturada, conseguiu-se êxito marcante, dessa vez, junto ao Sistema Único de Saúde (SUS de Goiás).

O CMBA enviou uma notificação dirigida aos gestores da unidade de saúde onde estavam ocorrendo atendimentos por acupuntura realizado por outros profissionais de saúde relatando as impropriedades, juntamente com as decisões jurídicas do TRF – 1ª Região e do STJ, que determinaram que realização da acupuntura por não médicos ou dentistas é uma prática ilegal.

Imediatamente após esta ação, todos os atendimentos já agendados foram desmarcados e esses outros profissionais de saúde estão impedidos de ali realizarem a acupuntura. Com o ocorrido, um dos principais locais de assistência pública em acupuntura – que até então permitia que outros profissionais de saúde, sem ser médicos ou dentistas, realizassem o atendimento – agora permite apenas que médicos com título de especialista em acupuntura podem realizá-lo naquela unidade de saúde.

“Os êxitos, que agora colhemos, são frutos de mais de 18 anos de trabalho dedicado, persistente e permanente, iniciado em gestões anteriores do CMBA. A luta e a vigilância são diárias nos tribunais de Brasília, mas o CMBA conta com suas assessorias jurídica e parlamentar para a defesa do acupunturiatra. Estamos prontos para cada batalha”, afirma Dr. Fernando Genschow que tem comandado vários processos judiciais contra diversos Conselhos Profissionais que querem invadir a acupuntura medica.

“Os resultados vêm quando há seriedade, dedicação e, acima de tudo, união entre as federadas e o CMBA” , finaliza o Presidente.

Últimas Notícias

(eBook) Acupuntura: Breve Histórico, Mecanismo de Ação e Aplicações
Lançamento do eBook: Acupuntura Para Dor
CMBA Apresenta Novo SITE: Confira o Vídeo

SEJA UM ASSOCIADO DO CMBA

Filie-se ao CMBA, fortaleça a Acupuntura Médica no País!