CMBA defende médica acupunturiatra contra Conselho Regional de Farmácia

Na última sexta-feira (04/09), o Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura (CMBA) se posicionou, por meio de nota, junto a alguns veículos da imprensa alagoana a respeito das críticas recebidas pela médica especialista em acupuntura, Dra. Lílian Espíndola, do Conselho Regional de Farmácia daquele estado (CRF-AL). Em entrevista ao Jornal Bom dia Alagoas, a médica afirmou, de forma correta, que a acupuntura é uma especialidade restrita (exclusiva) aos profissionais médicos, dentistas e veterinários prestando um serviço de utilidade pública ao orientar os cidadãos.

Entretanto, de forma equivocada, o CRF-AL divulgou nota de repúdio com clara tentativa de desinformação e induzindo seus filiados ao exercício ilegal da acupuntura. Com agilidade, o CMBA, via Assessoria de Imprensa, rebateu as afirmações inverídicas, enfatizando que em dezembro de 2014 foi transitada em julgada no Superior Tribunal de Justiça (STJ) a nulidade da Resolução que autorizava a atividade de acupuntura por profissionais de farmácia.

A nota de posicionamento do CMBA foi aproveitada na íntegra nos dois veículos que haviam divulgado a nota de repúdio do referido Conselho (Portais Novo Extra e Painel Notícias, ambos de Alagoas), tendo o Colégio esclarecido aos leitores sobre a veracidade dos fatos e defendendo a médica acupunturiatra que havia passado a informação com firmeza e sensatez.

Essa é uma das premissas do CMBA, defendendo o acupunturiatra onde ele estiver, pois juntos somos mais fortes!

Abaixo, veja a nota da CMBA publicada em ambos os veículos:

Novo Extra – https://novoextra.com.br/noticias/nacional/2020/09/59288-colegio-medico-reage-sobre-nota-do-conselho-regional-de-farmacia

Painel Notícias – https://painelnoticias.com.br/geral/178077/crf-al-repudia-declaracao-de-medica-sobre-restricao-da-acupuntura-cbma-responde

 

Últimas Notícias

(eBook) Acupuntura: Breve Histórico, Mecanismo de Ação e Aplicações
Lançamento do eBook: Acupuntura Para Dor
CMBA Apresenta Novo SITE: Confira o Vídeo

SEJA UM ASSOCIADO DO CMBA

Filie-se ao CMBA, fortaleça a Acupuntura Médica no País!