ACUPUNTURA E SUS: REGULAMENTAÇÃO É TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara de Deputados recebeu na última terça (30/08), na Câmara dos Deputados, representantes de conselhos, federações, colégios e sociedades de Medicina, Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia, Acupuntura, além do o Conselho Nacional de Saúde (CNS). O objetivo foi o debate do Projeto de Lei nº 1.549/2003, que “disciplina o exercício profissional da Acupuntura”.

Segundo o conselheiro do CNS, Wilen Heil e Silva, a regulamentação da Acupuntura vai gerar benefício para toda a população. “Essa é uma importante ferramenta que diminui os custos com medicamentos e internações caso seja inserida de forma mais evidente no Sistema Único de Saúde (SUS)”, disse.

Para ele, o objetivo do CNS é defender a política de práticas integrativas e complementares em saúde, que já está em vigência há mais de dez anos através da portaria 971 do Ministério da Saúde, estabelecendo que a prática da Acupuntura seja feita de forma multiprofissional. “Estamos aqui representando os usuários do SUS, clamando por sua aprovação”, declarou.

Wilen Heil também mencionou os milhares de acupunturistas que já atendem no SUS, gerando inúmeros benefícios para a população brasileira não só na atenção básica, mas na média e alta complexidade. Segundo ele, muitos usuários serão beneficiados, diminuindo os custos com a doença e aumentando expectativa de vida.

Paulo César Varanda, do Conselho Federal de Farmácia (CFF), disse que a acupuntura é multidisciplinar e que os participantes da audiência estavam em defesa do povo brasileiro, não em defesa de categoria. “Existem ofícios da Organização Mundial da Saúde, pedindo ao Ministério da Saúde do Brasil que se implante no SUS essas práticas baratas, eficazes e que não tratam doenças, e sim reequilibram e promovem saúde”, argumentou.

Celso Russomanno (PRB/SP), autor do PL, destaca a necessidade breve de aprovação da prática no SUS. “Nós precisamos, o mais rápido possível, colocar em votação e dar tranquilidade para que os profissionais da área que não são médicos possam trabalhar”. A proposta que regulamenta em lei o exercício da acupuntura no Brasil deve ser votada nas próximas semanas.

Últimas Notícias

(eBook) Acupuntura: Breve Histórico, Mecanismo de Ação e Aplicações
Lançamento do eBook: Acupuntura Para Dor
CMBA Apresenta Novo SITE: Confira o Vídeo

SEJA UM ASSOCIADO DO CMBA

Filie-se ao CMBA, fortaleça a Acupuntura Médica no País!

Congresso Internacional de Acupuntura do CMBA

22 a 23 de Outubro de 2022 em Niterói - RJ